terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O resultado de ter um gosto musical muito eclético...




É isto. Ultimamente ando a ouvir mais compulsivamente estas coisas.

O Jeff Buckley é um companheiro de sempre. Desde que o conheci que o amei instantaneamente. É uma daquelas almas perdidas mas geniais, que faz poemas e música pungentes, que faz passar todo o sentimento e todas as emoções do universo quando canta, enfim... Não conseguiria passar-lhe ao lado. Quando a minha amiga B. me ofereceu este último álbum de homenagem... nunca mais o larguei.

O Legendary Tiger Man é uma paixão recente. Resultado de passar o dia todo colada à Antena3. Este álbum dele é simplesmente fabuloso, todas as músicas nos dão aquela sensação de abrir a ostra e encontrar uma pérola.

O Michael Bublé é mais um velho conhecido. Sempre fui fã deste género de jazz, do Sinatra e do Rat Pack, e o Michael é um doce de rapaz, que alia esse charme monstruoso a uma voz suave e cheia de swing. Me like!

P.S.: Para "top it off", ainda ando a chorar o concerto dos Muse a que não fui, e que estou farta de ver descrito como "O concerto do ano"...

Sem comentários: