terça-feira, 11 de maio de 2010

Mais um domingo cinéfilo

Primeiro, Edge of Darkness. Basicamente, a filha do Mel Gibson é assassinada em circunstâncias suspeitas, à porta de casa e na presença do pai. O filme anda à volta da investigação que este decide intentar, por conta própria, no sentido de descobrir o porquê e os mentores da morte da filha. É um bom filme de suspense, no sentido de entretenimento, mas não achei o argumento assim nenhuma pérola. Havia partes até bastante previsíveis, no meu entender.


Finalmente, vi este filme que já tinha há séculos agendado nos must see. Confesso que achei algumas partes bastante paradotas, mas no geral gostei muito! Eu deliro com tudo o que seja de época, histórico, and soion and soion. Este não fugiu à regra. Adorei a visão da Sofia Coppola, como aliás sempre acontece. E achei a banda sonora um dos pontos mais altos do cômputo geral. Devo também fazer o apontamento final de que o M. ficou muito desiludido por não ver cabeças a rolar. Na opinião do meu exmo. marido, faltou assim um apontamentozinho mais gore.


Por fim, este "The Lovely Bones". Não sei o que esperava, mas decididamente não tive o que esperava. Gostei da história, mas em momento algum fui surpreendida (devo culpar o marketing do filme nos cinemas?). Os actores muito bem - um aplauso especial para o meu sempre favorito Stanley Tucci. No geral, o filme é bom. Mas não fabuloso.

1 comentário:

VannD disse...

Realmente, nenhum dos 3 me encheu as medidas.
O que gostei mais ainda foi o "Edge of Darkness".
No que respeita a "Marie Antoinette", percebo que a realizadora não tenha utilizado a parte da decapitação. Não havia necessidade. Todos sabem como aconteceu. Mas confesso que acabei o filme a pensar em voz alta: Off with her head :)