sábado, 10 de julho de 2010

E eu ainda não tinha falado no Optimus Alive

Por norma, não sou a maior admiradora de concertos ao ar livre, festivais de Verão e afins. Muita confusão, muitas horas em pé, muita gente, empurrões, moshes, eu sei lá. Não é, de todo, a minha praia. Depois, acho que ao vivo fico muitas vezes desiludida com as prestações das minhas bandas preferidas.

MAS - e para cada regra, é sabido que há a sua excepção - acho que se alguma alminha me tivesse presenteado com um passe de 3 dias para este festival em particular, eu tinha posto de lado as minhas reticências e tinha ido, feliz da vida. É que o cartaz, para o meu gosto, era simplesmente fabuloso: Pearl Jam (que nunca vi ao vivo), Gogol Bordello, Manic Street Preachers, Skunk Anansie, Alice in Chains, Faith no More, Kasabian, Moonspell, The Xx, LaRoux, Florence + The Machine, Gossip, The Legendary Tiger Man... Que perdição.

A quem foi... sortudos.

2 comentários:

Mi disse...

Que sortudos mesmo!
kiss

Isaal disse...

O meu filho mais velho foi e vinha delirante e nós mortos de sono que o fomos buscar ás 2h da matina!!!!

Diz que foi brutal!!!!!