segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Do jogo de ontem

Que eu nem sequer vi, porque sinceramente aprendi a lição: foram anos que cheguem a "sofrer do coração" à conta do futebol. Claro que depois de saber o resultado já fui ver resumos, comentários, notícias e tudo o que mais venha. Porque este amor que se tem pelo clube não morre com a idade, não morre com o distanciamento. É inato e é inerente. Por tudo isto, pelo que fizeram ontem - que foi bonito de se ver, desportivamente falando, pelo que já me deram de alegrias nesta vida, digo alto e bom som: Bibó meu Porto!

E, dito isto, não pretendo vir para aqui com piadinhas à custa de quem perdeu e por isso sofre. Aliás, gente bem próxima a mim cujo cérebro não quero trincar com essas piadinhas. Mas vou partilhar com todos, portistas, benfiquistas e demais, este texto do MEC - ultimamente, sempre o MEC -, que demonstra a classe, o fair-play, o humor inigualável deste senhor, encarnado de coração. Visto aqui.

"Que estranho complexo leva o Porto a esforçar-se tanto? Que impede o Porto de ver o Benfica como uma equipa de futebol como qualquer outra? A humilhação não é perder por pouco ou muito - a humilhação é uma equipa que já está a ganhar por 3-0 jogar como se ainda tivesse de marcar mais três para não ficar mal vista. "

______________________________________

"O Benfica é como eu: vai ao Porto para não fazer nada e comer bem."

______________________________________

"A bancada portista dá os parabéns a Pinto da Costa. Tem razão. O Futebol Clube do Porto é, de longe, há muitos anos, não só o melhor clube português como o único que transcende Portugal.



Ser benfiquista é ser capaz de reconhecer as verdades sem deixar que elas nos perturbem o amor e a admiração pelo Benfica."
______________________________________

"Hulk marca o quinto golo. Nunca mais acaba o jogo. Só espero que o Benfica não tenha a deselegância de cair na foleirice de tentar marcar o "golo de honra". Qualquer golo do Benfica seria, neste contexto, tão patético como a sofreguidão portista de marcar três golos em cada parte.


Só falta um do Porto - mas cheira-me que o Porto não vai ser capaz.


Deve ser muito frustrante para ele."

______________________________________

"Acabou, graças a Deus! Nem o Benfica foi piroso ao ponto de marcar um golo de honra nem o Porto foi capaz de marcar o sexto.



Estiveram bem ambas as equipas. O Porto esforçou-se de mais - mas não o suficiente. O Benfica nem sequer fez um esforço - mas, mesmo assim, o Porto não conseguiu marcar seis.


Pela minha parte, passarei a pensar duas vezes antes do Público me convidar a comentar Portos-Benficas."

1 comentário:

Sofia disse...

Eh eh ...viva o MEC!
Adoro o que ele escreve.
bj