sexta-feira, 30 de julho de 2010

Today...


...is not a good day. Let's hope the weekend takes the blues away from my soul.

Esse carrasco que me apavora


Hoje não é um dia cor de rosa. António Feio morreu. E eu sinto muito a sua morte, como a de uma figura com quem tanto simpatizava.
E a sua morte ressuscita em mim, mais uma vez de tantas, o medo que, confesso, está lá sempre, latente e teimoso. O pavor de esse monstro me roubar novamente alguém. O pavor de ter de travar uma luta contra esse (O) monstro.

Sou fraca, eu sei. Sou humana. Mas hoje apetece-me derramar uma lágrima ou um rio, não só pelo vulto que se perdeu, pelo homem que tristemente não venceu o monstro, mas também pelo medo desse carrasco que me apavora.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Os meus aromas preferidos... 1


Hoje estou inebriada com o meu próprio aroma. Eu gosto muito de perfumes, tenho sempre vários em simultâneo e experimento de tudo. Como ultimamente tenho usado sempre os mesmos, para "desenjoar" esta semana decidi usar uma amostra do I Love Love, da Moschino, que já foi um dos "meus" perfumes durante muito tempo. E que saudades eu tinha deste cheirinho fresco mas cheio de personalidade...

Inception


Numa palavra: B-R-U-T-A-L!!! Um dos melhores filmes que vi ultimamente. Intenso, inesperado, denso, perturbador.

Para além disso, um naipe de actores dos meus preferidos actualmente: Leonardo DiCaprio, Ellen Page, Marion Cotillard, Michael Caine, Cillian Murphy (que adoro).

Recomendo!

quarta-feira, 28 de julho de 2010

E quando...



... enviamos um mail importante no nosso dia de trabalho e estamos on the tips of our toes à espera da resposta... e nada... e nada... o silêncio é tal que se ouvem os grilinhos no campo, cri cri... cri cri...

E, continuando na onda das fotos...






... ontem decidi entrar numa H&M no centro da minha cidade. Eu NUNCA entro na H&M. Vejo sempre coisas giras em blogues, nas outras pessoas, mas eu entro nas lojas e parece que nunca vejo nada que goste para mim. Hoje entrei, por curiosidade. E desgracei-me. Deve ter sido um espírito qualquer que baixou em mim e me toldou o espírito. Ou então, o dinheiro que inesperadamente me caiu na conta e eu ensandeci por momentos, a pensar que já era rica. Whatever. O que está feito, feito está. E teria sido bem pior se esta insanidade momentânea me tivesse dado numa Massimo Dutti, numa Bimba & Lola, numa Max Mara!!!!

1- Top risquinhas vermelhas e brancas com folhinhos nos ombros + jeggings (coisa que NUNCA na minha vidinha achei que fosse comprar)
2- Pormenor do top
3- Capa/poncho de malha quentinha, para a nova colecção
4- Extra large t-shirt com motivo + écharpe + calções pretos
5- Calções cinza.

Nota: é favor perdoar o facto de as roupas estarem bastante amarrotadas. A senhora da loja achou por bem enfiá-las ao soco dentro dos sacos, onde estiveram (mal) acondicionadas todo o dia. E pareceu-me um pouco demais passá-las a ferro a todas só para postar a foto. :P

terça-feira, 27 de julho de 2010

A pedido de muitas famílias...





... mentira, só de uma amiga ehehe. Ora aqui vão algumas imagens deste vestido, que tanta polémica ia causando naquele jantar. Não é que eu ache que pareço muito favorecida nas fotos, mas na "vida real" fica bem melhor. :)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Adoro #7


Dizer a palavra "adoro". Uso e abuso, eu sei. Mas tenho tanta coisa na vida a que "adorar"! Felizmente!

Maria Bethânia @ Coliseu do Porto



Diva descalça, de passos delicados de ballet. Diva no melhor dos sentidos. Músicas sentidas com todas as fibras do corpo. Expressão vocal, corporal, anímica, que nos transmitiu todos os sentimentos do ser humano. Cada aplauso, uma explosão de alegria por quem assistiu.
Eu e a C. adorámos. Vibrámos. Foi uma noite para não esquecer.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Para as pré-mamãs...

... recém-mamãs e demais interessadas, deixo o link para o blog da minha amiga C., recheado de experiências e dicas importantes:

http://docemeldamae.blogspot.com/

Eu já sou (fiel) seguidora!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

E esta noite...

É para isto. Pela última vez neste Verão - agora só em Setembro. Vou ter saudades!

Isto é para vocês, sim

Que eu hoje acordei com um carinho muito grande no meu coração. É para vocês, que me acompanham desde a vida toda, há 15 anos, há 10 anos. É para vocês, que me acompanham há 2 anos, há um ano, há meia dúzia de meses. Vocês, que viveram perto de mim, viveram comigo, moram perto e moram longe, chegaram a mim pela família, pela escola, pela internet. Sim, vocês sabem quem são. Sabem que são o sal da minha vida, ao lado do meu amor. Mesmo que eu esteja longe, de facto ou de espírito, e mesmo que vocês estejam longe, de facto ou de espírito. Os meus afectos são fáceis de conseguir, é certo. Mas não são assim tão fáceis de manter. E são vossos.

São pessoas boas, daquelas que dá gosto ter na vida. Os meus amigos.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Ai que eu estou tão bronzeada... not

Eu passo a explicar. Eu gosto (muito) de embalagens de amostra. Eu gosto (muito) de experimentar todos e mais alguns produtos. Eu ainda não fui à praia este ano. Eu tenho ouvido - todos os dias - que estou muito bronzeada, que bem que me fica o bronze.

Este silogismo só fará sentido às caras leitoras se vos explicar que, num dia em que fiz algumas comprinhas na minha perfumaria de rua preferida, me ofereceram duas amostras de Soin Auto-Bronzant Éclat Naturel, da linha da Dior para o rosto, com a promessa de que ficaria lindo, um tom dourado de sol e que eu não iria querer outra coisa.

Certo é que não me posso dar ao luxo de comprar o creme; mas lá que as amostras têm dado o seu efeito e dado que falar, isso têm.

Grupos do FB que ainda ninguém parece ter criado e dos quais eu seria a primeira seguidora #1


"Odeio que me espalmem os colarinhos das camisas/camiseiros/blusas quando mas passam a ferro"

É caso para me dar vontade de reunir as tropas e declarar guerra à D. Fátima.

What a difference a day makes


Avizinham-se grandes (e boas, espera-se) mudanças.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Knight and Day


Fomos ontem ver este. Não estava à espera de gostar tanto, confesso! É um daqueles filmes de acção em que estamos sempre a dizer "Oh que treta!" e afins, de tanta coisa impossível que vai acontecendo... Mas o humor do filme é tão doce e tão engraçado (passe a redundância), que o torna imensamente agradável de ver! Tanto o Tom Cruise como a Cameron Diaz estão uns tontos hilariantes. Como summer flick, está super aprovado! Imitando a Olhos Dourados, dou-lhe 8,5 estrelinhas para o género que é.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

E ainda por cima


Não escapei à famigerada manic monday. Ora bolas pra isto.

domingo, 18 de julho de 2010

O Festival Marés Vivas


Foi engraçado. Divertimo-nos imenso. Comemos umas deliciosas bifanas no pão. O concerto de N. Grandjean não ouvimos todo, chegámos quando ele estava a tocar "Heroes and Saints", mas fomos jantar nessa altura.

Os dEUS deram um concerto espectacular. Focaram-se tanto nos álbuns mais antigos como no último - ainda bem para mim, que sensivelmente desde 1997 não ouvia dEUS e só conhecia os dois primeiros álbuns. Gostei muito do clima do concerto, da descontracção em palco, da selecção de músicas.

Os Editors... uma desilusão. O concerto estava a ser bastante bom, estavam a tocar algumas músicas desconhecidas mas também uma ou duas das mais famosas. Precisamente aquando da "Smokers Outside The Hospital Doors", meia dúzia de canções após o início do concerto, interromperam a actuação com sinais de impaciência, retomaram, e logo após a primeira frase, o Tom Smith atira com a sua guitarra novinha e brilhante ao chão e os Editors abandonam o palco, sem uma palavra aos presentes! Fiquei mortificada. Acho deplorável que um artista aja assim, independentemente de ter ou não razão, de ter ou não as condições óptimas para actuar, o público merece-lhes o maior respeito, a maior consideração!... Enfim. Lá voltaram ao fim de um quarto de hora, dando uma qualquer desculpa semi-ininteligível acerca de "choques eléctricos". Tocaram mais duas músicas e foram-se de vez. Inqualificável.

Quanto ao Ben Harper, foi óptimo como sempre. Não o consegui ver/ouvir até ao fim, porque estava já muito cansada e era tarde... Mas o que vi e ouvi adorei, como já sabia que ia acontecer!

Acima de tudo, foi uma noite muito divertida e agradável, cheia de risos e palhaçada, e é isto que vou reter.

Ai que bom


Acordar todos os dias coberta dos teus beijinhos.

sábado, 17 de julho de 2010

No entanto, como eu me estou a especializar em...


... pensamento positivo, making the best of what we've got, etc, etc... Já cá cantam dois bilhetes para o Marés Vivas para hoje à noite.* Parece-me bem, de Nikolaj Grandjean (só conheço uma música, mas pronto) a dEUS (ah, já estamos mais na minha praia), The Editors (fabulástico) e Ben Harper (amo, só espero a essa hora ainda me aguentar de pé).

De planos de relaxe passámos a planos totalmente opostos. Mas o que interessa é fazer, arriscar, amar, viver. N'é?

*adquiridos com um voucher prenda de Natal... ainda não estou a furar a contenção. :)

E pronto.


É assim que, de tanto plano bom, passamos em fracções de segundos a "jantar com os amigos" e "visitar as avós". Apetece-nos bater em alguém. Em várias pessoas. Mas não nos resta senão aproveitar o melhor possível o fim de semana que temos.

E não tenho mais nada a acrescentar.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Fim de semana


Começar com um jantar com velhos amigos e colegas, junto ao mar (na sequência do post que antecede, esclareço que é uma ocasião especial hehe). Fazer um saco com os essenciais. Visitar avós. Seguir para um sítio de sol e águas calminhas - a minha segunda casa, como lhe gosto de chamar. Estender-me na praia dois dias seguidos. Namorar. Passear. Fugir à manic monday e começar a semana de trabalho à terça-feira. Estou ansiosa!

Para quem cá vier, um bom fim de semana - cheio de boas energias, ok?

Tu, Tigre; eu, Dragão


O Tigre e o Dragão. Um filme belíssimo. O M. e eu, no zodíaco chinês. Acho piada a esta coincidência desde que começámos a namorar.

Because of your love, I will never be a lonely spirit.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Medidas extremas I


Com a actual conjuntura, as coisas não estão tão fáceis como noutros tempos de vacas mais gordas. Assim, e tendo em conta que as despesas estão sempre a aumentar e - no meu caso - o rendimento é instável, com alguma tendência a diminuir (pelo menos é o que tenho notado), é preciso ir tomando medidas com vista à poupança!

Para já, tenho algumas medidas que já estão a ser aplicadas, ou em planificação para execução imediatamente/a curto prazo.

1- A nível de trabalho, vai acontecer uma mudança estrutural na minha vida a muito curto prazo. Esperemos que isso venha auxiliar a conjuntura presente a mudar para melhor! Mas - espera-se - vai significar uma diminuição nos meus custos associados ao trabalho, que ainda não consigo quantificar, mas hopefully terá expressão que se veja.

2- A nível doméstico, houve uma significativa redução nos jantares fora. Jantar fora era talvez a maior das minhas indulgências pessoais. Tainadas com os amigos, jantares românticos com o maridinho... Adoro! Mas mal vimos que as finanças estavam a ressentir-se, toca a cortar nas indulgências como esta. Quem não tem dinheiro não tem vícios, não é assim que diz o povo? Agora tentamos restringir-nos a ocasiões especiais.

3- Quanto às compras semanais, vamos (effective immediately) deixar de consumir no Continente. Não me interpretem mal, eu adoro o Continente, tem imensos produtos óptimos, mesmo de marca branca, que eu já não dispensava. Mas noto imenso a diferença a nível dos preços... Assim, está instituído que vamos passar a comprar noutros locais com preços mais baixos, visto que as distâncias não são assim tão longas que deixem de compensar por causa dos gastos com gasóleo, etc.

4- Hoje mesmo vou cancelar a minha inscrição no ginásio. Quem quero eu enganar? Eu pago e depois não vou!!! Vou dedicar-me a tempo inteiro às caminhadas e tentar voltar ao jogging que cheguei a fazer diariamente - há muito, muito tempo...

5- Já de há algum tempo a esta parte, abastecemos sempre os nossos carros com combustível mais barato (mas sempre com o cuidado de ver se os carros não estão a ser afectados - há combustíveis muito mais baratos mas que trazem imensos resíduos e que depois vão provocar danos a outros níveis), ou com recurso aos cartões de desconto nas marcas mais caras.

6- Quando vamos ao cinema, agora vamos sempre ao mesmo. Temos um cartão que nos permite a entrada de duas pessoas pelo preço de uma. Significa que não variamos muito, mas não importa!

7- Agora que temos a Bimby, deixámos de comprar determinados produtos que antigamente consumíamos e que agora podemos fabricar domesticamente - começámos com coisas pequenas, como o queijo ralado, o pão ralado, as massas de pizza, folhadas, etc., sumos naturais... e vamos tentar explorar mais ainda as potencialidades da máquina.

Para já, vamos experimentar implementar ou continuar estas pequenas alterações, a ver se se nota alguma coisa ao fim do mês. Depois... logo se verá!

Here too.


É impressionante a quantidade de gente desequilibrada que anda por aí. Eu diria mesmo que é assustador. E eu que todos os dias os aturo. God.

Que cena do catano


Ontem fiz um jantar apressado, como quase todos os dias agora. Decidi usar uma salada Vitacress de várias alfaces e rúcula que tinha no frigorífico, uns ovos e um pouco de penne que cozi, tomates cherry, milho, um resto de salsichas de aves... E saiu uma salada assim meio improvisada.
Estava eu toda regalada a comer, eis senão quando... Senti uma dor aguda no lábio e na língua. Deitei fora o que tinha na boca e vejo um bicho, um insecto!, que momentos antes estava a entrar na minha boca e a picar-me com toda a força. Não sei se o bicho morreu por dentada minha ou se foi de susto, mas o certo é que deixou a sua marca antes de partir deste mundo...

E logo comigo, hipocondríaca-histérica-cismática ele se veio meter. A única explicação que consigo arranjar para este encontro imediato é que ele devia vir na salada Vitacress. Just my luck.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Oh minhas amigas bimbólicas, anónimas ou não


Ora ajudai-me aqui numas questiúnculas, vós que percebeis destas coisas.

Ando com uma coisa para vos perguntar há que tempos. Quando cozinham na Bimby, é normal a comida "agarrar" um pouco ao copo? Ou sou eu que ando a fazer asneira? É que eu, cromo da Bimby que só eu, ainda não me atrevo a cozinhar sem seguir receitas, por isso não vejo o que possa estar a fazer mal...

Quanto à lavadura da mesma: pode usar-se o esfregão da loiça com a parte verde? Tenho medo de estragar a menina.

Muito obrigadinha desde já pelas vossas prezadas intervenções.

Isabel, help!

Apetecia-me...


...tanto, mas tanto, falar de coisas fúteis! Mas não tenho nada fútil do que falar. (ahahaha - mentira. Não tenho tido tempo, nem cabeça, para as minhas coisas fúteis. Amanhã, como tenho de ir ao centro, vulgo baixa, cheira-se-me que já venho cheia de novidades. God help me.)

Cabecinhas ocas


Falava-se de uma rapariga que todos conhecemos por motivos profissionais. Muito mais jovem que nós, novata ainda na profissão. Comentava-se que ela é rudimentar, pouco polida, pouco educada até. Sem grande classe e saber estar, vá. Ela é alta, esguia, longos cabelos, rosto engraçado. Em regra, isso é o bastante para despertar o interesse do sexo oposto. Eu disse despertar... manter depois é outra conversa, depende do macho em questão.

Fiquei agradada por constatar que os dois amigos que conversavam sobre o tema revelam possuir o discernimento que sempre lhes atribuí. Com toda a sinceridade, confessavam mutuamente o desinteresse que essa rapariga lhes suscitava, e eu provocava: "Mas ela é tão gira..." E eles replicavam, genuinamente chocados: "Gira?!? Desde a primeira vez que abriu a boca, tornou-se a noiva do Frankenstein.".

E eu fiquei tão orgulhosa dos meus amigos. Talvez seja a lucidez dos 30. Talvez seja apenas defeito de fabrico.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Gentlemen prefer blondes


Fiquei tão feliz, quando no sábado passado, num mero zapping, dou de caras com esta pérola na RTP Memória... O que eu gosto deste filme! Aquele humor subtil, às vezes inocente, outras insinuante... Os vestidos, o glamour... Amo.

Aliás, adoro a recordação das minhas tardes de domingo da pré-adolescência, que passava a ver os filmes antigos na TV em casa da minha avó, e a comer bollycaos e batatas fritas - ainda podia!

Mais uma etapa


Ontem foi dia de consulta de nutrição.
Entrei muito consternada, como sempre aliás, porque sabia que não tinha atingido os objectivos (nem perto disso).

Expliquei à nutricionista que foi um mês complicado. Houve muito calor - e não me apetecia a sopa. Aliás, não me apetecia cozinhar - ponto. Depois, foram várias semanas de muito trabalho, em que tive de comer muitas vezes fora. Mais um ponto a desfavor. Caí na febre dos gelados (ai o Feast, obra do demo!) mais do que uma vez durante o mês. Por fim, e pior que tudo, o stress voltou a atacar-me em grande. Conforme já aqui contei, eu tenho um problema. O meu metabolismo basal é lento. Não, é leeennntttooooo. Para terem uma ideia, a minha irmã, que tem um bom metabolismo, gasta cerca de 700 calorias mais do que eu (cada uma no seu estado normal), sem ter de mexer uma palha. Acontece que, em épocas de maior stress, o meu lento metabolismo fica ainda mais vagaroso. E nessas alturas, mesmo que siga a dieta à risca, vejo-me e desejo-me para perder um kg que seja. E também é por isso que emagreço sempre mais quando estou de férias!

Bom, mas to make a long story short: bem me esforcei, na maior parte dos dias, e fiz tudo direitinho. As asneiras aconteceram, mas não foram assim tantas. E eu sentia-me exactamente igual, logo ia preparada para o raspanete.

Mas não foi o que veio a acontecer. Afinal, embora não tenha perdido nada a nível de cms, estou com um kg a menos, e com 1,4% de matéria gorda a menos também. Para quem antecipou o pior, não é nada mau! Quanto aos restantes valores (água, tensão arterial, vitaminas, sais minerais e celulite, tudo igual - bem).

To whom it may concern, novo plano alimentar, a levar a cabo até 6 de Setembro:

- Pequeno-almoço: 1 iogurte magro e sem açúcar com 2 colheres de sopa de muesli Diese de chocolate + sumo de uma laranja

- Meio da manhã: 2 bolachas de arroz com pevides de abóbora ou sementes de sésamo (WTF? Não sei se vou gostar disto, mas estou por tudo.)

- Almoço: 1/2 prato de legumes/salada + 3 colheres de sopa de arroz ou massa/4 colheres de feijão ou grão + 120g de carne ou peixe; 1 peça de fruta.

- Lanche 1: 1 pão de mistura/cereais/integral + 1 compal light.

- Lanche 2: 1 iogurte e 1 peça de fruta (2 iogurtes por dia, para mim, é iogurte a mais... vamos ver.)

- Jantar: igual ao almoço. Perguntei se podia comer apenas sopa e fruta (se me apetecer) - só se for até um máximo de 3 jantares por semana. Perguntei se poderia retirar os hidratos - se não sentir falta ou fome mais tarde, posso.

Tudo isto acompanhado de 1,5l de água ao longo do dia, o bendito (e inexistente à data) exercício físico e o TrimGel na celulite. Estou a preparar um post sobre este produto, mas ainda só estou a usar há uma semana. Estou MUITO agradada para já, mas aguardo por mais algum tempo de aplicação antes de deitar os foguetes.

E... c'est ça! Desejem-me sorte, sim?

Passa-se alguma coisa?


Porque é que, cada vez que abro os vossos blogues (não todos, mas quase), tenho uma alucinação auditiva desta senhora a berrar "Rah rah ah ah ah, Roma, roma ma, Gaga, ooh la la, Want your bad romance"???

É que à noite é de dar sustos de morte (especialmente quando o pc tem o som ligado quase no máximo); de manhã, um péssimo começo de dia...

Lembrar disto!


Falhar é (muito) difícil. Mas vencer um obstáculo é tão (mas tão) bom, que vale sempre a pena o risco do insucesso.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Parêntesis


Só para reiterar o meu desagrado.
Por mais que eu adore - e adoro - a cor do meu coral e do meu outro verniz castanho, quanto mais os uso, menos fã eu fico dos vernizes da Sephora, quando comparados com os Impala, os Risqué ou os Andreia. É preciso estar sempre a retocar falhas que insistem em aparecer, demora eternidades para secar e é bem mais difícil (no meu entender) de espalhar do que os outros, embora o pincel largo devesse provocar o efeito contrário. Nem com verniz de brilho por cima me safo!

Ou então sou eu que sou muito azelha... e sou-o...

Mas doravante, a ter de investir, vou procurar outras marcas. Tenho ouvido falar muito bem dos vernizes H&M, que me dizem?

Ok, eu no fundo sou um coração mole



Sabe Deus o que eu roguei pragas à Espanha (sim, sou uma grande ronhosa, sou Escorpião dos pés à cabeça, e também sou uma bruxa muito fraquinha, que as minhas pragas são inofensivas, como toda a gente teve oportunidade de ver).

Mas pronto, hoje vi este vídeo - e toda a gente também já deve ter visto - e o meu coraçãozito derreteu-se todo. O amor é lindo, não é?

Me and my bright coral nails

By Sephora. Parece mais avermelhado do que na realidade é: bem coral e bem vivo. Só tenho um reparo aos vernizes da Sephora em geral - começam a lascar muito mais cedo que qualquer outra marca que possuo. Também vos acontece?

Era bom, não era?


Não sempre, mas muitas vezes.

domingo, 11 de julho de 2010

Wrestling ao vivo...


...e a cores. É todos os dias, cá em casa, com sessões gratuitas 24h/dia. Eles até já se deram melhor, mas agora o relacionamento deles é (novamente) só à bofetada.

Gente do bem...*

... como diz a Maria. Lembram-se da divulgação que fiz cá no blog sobre o sonho da Maria? Ainda continua, o movimento para dar asas a esse sonho. Será um movimento perpétuo, até se atingir o (nada fácil) objectivo.

Vão lá espreitar. Está à distância de um clique. E, se se sentirem a isso motivados(as), licitem, comprem. Garanto que vale a pena. Enriquecemos os nossos espíritos enquanto ajudamos aquela pessoa valente e determinada a prosseguir a sua vocação. Há muito (bom) livro para comprar. Os meus estão aqui. Dêem uma olhadela...

*De certa forma, este post vem em sequência do anterior...

Be happy...


... with what you have. But never stop dreaming. One day, your dream may come true.

sábado, 10 de julho de 2010

E eu ainda não tinha falado no Optimus Alive

Por norma, não sou a maior admiradora de concertos ao ar livre, festivais de Verão e afins. Muita confusão, muitas horas em pé, muita gente, empurrões, moshes, eu sei lá. Não é, de todo, a minha praia. Depois, acho que ao vivo fico muitas vezes desiludida com as prestações das minhas bandas preferidas.

MAS - e para cada regra, é sabido que há a sua excepção - acho que se alguma alminha me tivesse presenteado com um passe de 3 dias para este festival em particular, eu tinha posto de lado as minhas reticências e tinha ido, feliz da vida. É que o cartaz, para o meu gosto, era simplesmente fabuloso: Pearl Jam (que nunca vi ao vivo), Gogol Bordello, Manic Street Preachers, Skunk Anansie, Alice in Chains, Faith no More, Kasabian, Moonspell, The Xx, LaRoux, Florence + The Machine, Gossip, The Legendary Tiger Man... Que perdição.

A quem foi... sortudos.

Weekend!

Chegou, e bem!

- Sushi ao jantar de ontem... já estava a ressacar.
- Tentar ver uma actuação na FNAC, mas desmotivar ao ver o shopping tão estupidamente cheio.
-Dormir 8 horas (!!!).
- Arrumar armários do quarto.
- Camarões ao almoço.
- Praia à tarde - not. Demasiado nevoeiro, fomos informados. Então... rio!

E que continue assim saboroso...

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Great minds think alike


Ontem tive um jantar/cerimónia semi-formal, pelo que - como sempre, indecisa em relação ao que vestir - aproveitei um momento morto no trabalho e comprei um vestidinho bem catita em saldo.

Ao sair de casa, tive assim um feeling e até disse ao M.: "Bolas, era o cúmulo do azar estrear um vestido novinho em folha e estar alguma colega vestida igual a mim, não era?"...

Realmente, o peixe morre pela boca. Lá estava uma colega de outra cidade, com exactamente o mesmo modelito que eu. Há que sorrir e sair airosamente do embaraço, não é? "Pois é, as pessoas de bom gosto são assim..." "Para a próxima voltamos a combinar..."

Só a mim. :)

P.S. Mas na minha (pouco) modesta opinião, estava mais gira. Às vezes os acessórios fazem a diferença!

P.P.S. LOL. Depois do comentário da Leana, não resisto a ilustrar este post. O paralelismo com o filme tinha-me passado completamente, mas adorei!

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Sem querer ser indigesta...


... porque já sei que cada qual com seus problemas e suas paranóias, etc., etc. e temos de respeitar, etc. etc..

Mas há dias - como hoje - em que não me cai nada bem a mim ler por tudo quanto é lado o quão vamos ficar umas baleias porque hoje comemos um gelado, ou o quão difícil é a nossa vida porque estamos a passar horrores numa dieta macabra para perder 2 ou 3 kgs. A mim, que comecei uma dieta para perder 15 kgs, a quem a roupa deixou de servir, que ando meses seguidos a fazer SA-CRI-FÍ-CI-O para perder meia dúzia desses 15 e recuperá-los logo a seguir, que ando sempre no stress de pensar "não posso", "não devo", num constante processo psicológico de auto-restrição e culpabilização se quebro as normas.

E o pior, o pior de tudo, é que mesmo que cumpra direitinho as regras nada garante que o resultado seja compatível. Hoje estou triste porque ando mesmo a fazer tudo certinho. Pesei-me. Peso mais que na semana passada.

E, por isso, por nunca mais ver o fim deste processo, por as minhas expectativas sairem constantemente goradas, por não interessar muito se me esforço se não, por não poder NUNCA comer as coisas que me apetecem por estar SEMPRE de dieta, hoje não me apetece ler sobre a dificuldade de se perder 3 kgs (rocket science, I guess), ou sobre a calamidade calórica de um gelado ou uma sobremesa. Isso, minhas amigas, é conversa de MAGRA.

Hoje não dá.

Eclipse


Foi o meu programa de domingo à noite. O filme é melhor que os dois anteriores, na minha opinião. Tem mais cenas de acção, mais entretenimento. Também gostei mais do 3º livro (e do 4º) da saga, para ser sincera.

Já agora, alguém explica porque é que o Robert Pattinson é muito mais engraçadinho como vampiro do que na vida real? É que não se explica como é que aquela brancura extrema e as lentes estranhas nos olhos ainda o conseguem favorecer.