quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

...

Na minha casa, mais do que os quadros, abundam as fotografias. Fotos minhas, do M., de ambos, de amigas, de lugares onde estive e de outras pessoas que não conheço, mas que para mim são imagens marcantes. Estão nas paredes, em álbuns, em gavetas, pousadas em móveis. Gosto de passar por elas e recordar os momentos que evocam, ou apenas da sensação que me transmitem. E é por isso que as privilegio em relação aos quadros, que para mim têm uma função mais decorativa.

Mas há uma fotografia em particular que me aquece o coração de cada vez que passo por ela. "Roubei-a" de casa dos meus pais há vários anos, desde que vim viver para cá. Nela estou eu, com dois ou três anitos, e os meus pais, possivelmente num casamento ou noutra ocasião do género. E eu adoro aquele nosso retrato a três, e não consigo evitar (nem quero) um sentimento grande que se alastra em mim de cada vez que olho para ela, porque não estou com eles todos os dias, mas todos os dias, sem excepção, tenho saudades deles, e da minha mana.

1 comentário:

Miss Star Pink disse...

Fizeste-me sorrir. :)
Como te compreendo e te admiro. Não sei se conseguia estar tanto tempo longe da família.
E tal como tu adoro fotos. Quadros, como viste, não tenho cá em casa. Mas fotos? Adoro! A melhor decoração possível.
E o F. recebeu no aniversário uma moldura digital. Que maravilha!