sábado, 1 de janeiro de 2011

Estou um bocado farta de resoluções de Ano Novo, confesso

Quanto mais as faço, menos as cumpro.

O meu cérebro deve vir com um dispositivo de origem que traça uma posição diametralmente inversa entre boas intenções e força de vontade e de espírito. Para que se veja, em relação às do ano passado, cumpri cabalmente (ou semi-cabalmente) quatro. 25% do total, portanto. Um pobre resultado.

Assim, este ano nada de especificidades. Apenas voto para mim mesma começar a sentir-me realizada como sonhei ao sair da faculdade, continuar a sentir-me amada como sou à data, voltar a sentir-me equilibrada como um dia fui, e deixar de sentir alguns medos que teimam em me perseguir.

Para vocês, voto tudo aquilo que vos faça bem. Que vos saiba bem. E que vos gere risadas francas e suspiros de satisfação.

2 comentários:

Pipita de Chocolate disse...

Acho óptimas as tuas resoluções, simples e pragmáticas! Confesso que este ano não o encaro com muito optimismo, mas há sempre pequenas coisas que podemos tentar alcançar :)

Beijinhos e tudo de bom para o próximo ano!!!

Nokas disse...

É assim mesmo!! :)