quarta-feira, 2 de março de 2011

Quando você começa, ninguém mais a segura

Já dizia o nosso amigo Marco Paulo, mas neste caso aplica-se a moi. Comecei com as neuroses de português, agora é sempre a andar.

Implico muito quando vejo os acentos nos sítios errados. Exemplos paradigmáticos: albúm (álbum), alcóol (álcool), etc. etc. etc. Se os acentos servem para acentuar (passe a redundância), gostava eu que as pessoas acentuassem oralmente as sílabas que acentuam por escrito. Ficava um efeito (auditivo) engraçado.

Sou uma picuinhas, sou. Mas gosto de escrever correctamente e ver a minha língua bem escrita. E não há desculpa. Toda a gente da minha faixa etária - praticamente - tem o 6º ano de escolaridade, por isso as oportunidades foram as mesmas para todos...

3 comentários:

Pumpkin disse...

heheh, agora apercebi-me que sempre escrevi "albúm"... que estupidez!
Já aprendi algo hoje! heheh

Queen of Hearts disse...

Ups! Nunca te vi dizer... (eu hoje estou implicativa por causa dos blogs que tenho lido enquanto estou aqui "de molho" - e por isso mais rabugenta! Não ligues querida :) )

Sofia disse...

E fazes muito bem. Em caso de dúvida é só " chamar" a palavra.
As melhoras, linda.