quinta-feira, 21 de abril de 2011

É sempre a poupar

A tolerância de ponto decretada pelo Governo para o dia de hoje vai custar aos cofres do Estado 20 milhões de euros.

Ninguém quer cá o FMI; ninguém quer medidas de contenção que os afectem; ninguém quer ser penalizado. Mas com um fim de semana de 4 (quatro!!!!!) dias, ainda se pensa em primeiro lugar em ficar em casa mais um dia ou uma tarde, à conta de toda a gente (somos nós quem paga a factura dos 20 milhões, claro), em vez de trabalhar para aumentar a produtividade deste país... Trabalhar?!?! Isso cansa!

Se em tempo de guerra não se baixam armas, em tempo de crise não se deveriam baixar bons braços para trabalhar, nem que estejamos a falar de uma tarde. É simplesmente ridículo, tendo em conta o prejuízo que causará.

Mais uma brilhante decisão deste Governo, que ainda se escuda com a campanha eleitoral para desviar as (bem aplicadas) críticas. Nada mais a acrescentar.

1 comentário:

maria sousa disse...

ora vamos lá ver em que é que ficamos! Também não concordo com esta tarde mas a verdade é que ela sempre foi dada, não é uma resolução recente, muito pelo contrário. Agor uma outra coisa: afinal os funcionários públicos produzem ou não? É que quando é para os roubar nos vencimentos ouve-se logo uma multidão a dizer que "sim senhora, devem ser eles a pagar pois não produzem nada, só levam o dinheiro ao fim do mês" mas quando não trabalham uma tarde,"meu Deus que prejuízo que o país vai ter!"É que são logo euros aos milhões!. Afinal em que é que ficamos? É que eu só queria entender!