segunda-feira, 2 de maio de 2011

Eu também vi...

... o Peso Pesado. Sendo uma fã incondicional do formato americano, não poderia deixar de comentar aqui o primeiro episódio do nacional.

Antes de mais, houve partes que achei hilariantes, embora duvide que pelos melhores motivos... Aquela ideia do comando... não era má ideia, a execução é que [pronto]. Estava eu toda entusiasmada a pensar que iríamos ter uma réplica da season 4 do TBL U.S., em que os rejects são "apanhados" por uma treinadora duríssima - a Jillian, que eu achava que ia ser, na nossa versão, aquele comando - e a meio da temporada voltam todos sarados para competir com os coitados que estiveram no rancho o tempo todo... e afinal foi aquilo, que eu nem percebi lá muito bem. A não ser que foi hilariante. Eu estava a ver que o comando (telegenia zero) ainda ia apanhar no nariz.

Do formato original sei que sou fã. Do "nosso"... estou para ver. Mas defendo que, apesar de a estrutura do programa se manter igual (as pesagens, os critérios, os desafios, as tentações), se deveria tentar criar alguma identidade. O facto de se passar numa herdade ajuda, claro. Mas não gostei nada de ver a imitação que os treinadores fizeram dos americanos, nem o "telepontismo" exagerado, nem a entoação teatral, mesmo quando não se estava a ler. Naturalidade acima de tudo, sempre! Nem que não se berre tanto, nem que o diálogo saia mais coloquial...

Enfim, esperemos para ver. Por enquanto, vou continuar a seguir.

5 comentários:

Rita G. disse...

O que não gostei foi exactamente essa teatralidade. Vamos ver se melhora:) bj!

PrincesSu disse...

concordo...

está a anos luz do formato original
lol

quem esta habituado a ver o americano, qd vê este.. fica tão desconsolado :(

Nokas disse...

Ainda não vi, por isso ainda não tenho opinião formada.

VannD disse...

Tendo o original como termo de comparação não ajuda muito a versão portuguesa. O Português não é como o Brasileiro ou o Americano que parece que nasceu e cresceu com uma câmara de filmar a apontar para ele 24/7. Existe sempre uma certa resistência, uma falta de naturalidade intrínseca. Curiosamente, fiquei surpreendido com a naturalidade dos concorrentes. A minha nota positiva vai exactamente para eles. A nota negativa vai para rigidez e tentativa de imitação dos treinadores e daquele cromo do "Comando".

vanessa disse...

eu também vou vendo mas até me faz impressão.ninguém me tira o original!