segunda-feira, 4 de julho de 2011

Na minha mesinha de cabeceira (#21)


Quem me conhece sabe que, ao contrário de muita gente, detesto acumular leituras. Gosto de seguir uma história com interesse, sentir-me absorvida integralmente por aquela narrativa, e apenas quando ela termina, e eu tenho oportunidade de a ter saboreado por inteiro e reflectir no(s) seu(s) sentido(s), é que me atrevo a começar outra.

No entanto, durante as minhas miniférias, tomei a inédita decisão de interromper "O Jogo do Anjo" e começar outra leitura. O motivo? O mais herético possível. Era muito pesado para transportar back and forth de casa para a praia e de praia para casa. Vida difícil, eu sei. Tenham pena de uma pobre grávida.

Assim comecei "A Trilogia de Nova Iorque", pela mão de Paul Auster. Mão estranha, mas algo fascinante. Até agora, estou a gostar.

3 comentários:

Julie D´aiglemont disse...

Já tive o hábito de ler vários livros ao mesmo tempo, mas agora estou como tu: um de cada vez.

Pipita de Chocolate disse...

Eu tenho fases, posso estar a ler 3 livros em simultâneo ou ler apenas um de seguida, mas normalmente gosto de ter opções na hora de ir dormir! Felizmente ganhei o velho hábito de requisitar livros na biblioteca e ai já tenho que ter um bom ritmo de leitura para não deixar escapar o prazo! E leio 1 de cada vez, por esse motivo, o tempo!

Bjs

Pumpkin disse...

Eu gostei muito desse livro... e do Brooklin também, são os meus preferidos do P. Auster :)