terça-feira, 27 de setembro de 2011

Agora é a doer

Hoje fazemos 37 semanas de gestação. O meu piolho já é bebé de termo - mas ainda assim, espero por ele a partir das 38, ok filhote? Porta-te bem. Esta semana ainda há muito que trabalhar. Para a semana logo se vê.

Diz o médico que ele continua calmeirão, com um peso estimado de 3,222 kgs. Levámos os dois raspanete, porque eu trago em cima o belo total de 16 kgs [!!!] a mais. Portei-me tão bem o raio da gravidez toda (9 kgs em 7-8 meses), e depois das férias de Verão começou este descalabro. Mas nem tudo é banha e celulose, há para aqui muita aguinha a inchar-me os membros e outras partes do corpo também, desconfio. E claro que a mochila frontal também pesa e muito.

De resto, muito cansaço e muitas dores. Lamento informar, mas a fase final da gravidez é mais uma desgraça do que estado de graça. Dói. E maça. É contudo um leve exercício de masoquismo, porque dói e custa, mas gosta-se. Estranhíssimo. Gosta-se e grava-se tudo na memória, mesmo quando há uma articulação qualquer em miniatura a querer furar um quadrante do nosso abdómen. Ou quando tentamos levantar-nos do sofá e a barriga parece que se vai descolar do nosso tronco, ou quando queremos sair do carro e as ancas se desconjuntam. Gosta-se tanto. E tem-se saudades por antecipação, por mais que se deseje cheirar a curvinha deliciosa daquele pescocinho que fizemos com todo o amor, e ainda tão pouca consciência do que era este amor. Um amor deste tamanho.

Foram 37 semanas deste estado. Espero vivê-lo pelo menos mais uma. E depois ter-te comigo por uma infinidade delas.

15 comentários:

Vee disse...

Aproveita muito, muito, muito esta semaninha. Eu por vezes já tenho saudades, apesar de ser fantástico tê-los connosco. E é verdade, cheirá-los é tão bom...

Su disse...

Vai ser uma hora pequenina. O meu nasceu precisamente às 38 semanas. Uma grande beijoka e espero que corra tudo bem :)

Purple disse...

Agora é aproveitar cada dia ao máximo até o teu piolho vir conhecer os papás. Vai correr tudo bem.

Beiju grande e obrigada pelo apoio ;)

veeny disse...

Podes crer que custam muito estas ultimas semanas... eu confeso que destas ultimas semanas não tenho saudades nenhumas mesmo. Aproveita para dormir o mais que puderes, porque nunca mais vai ser como dantes eheh Beijinhos e tudo de bom, quero noticias frescas quando nascer ;)

Anónimo disse...

Absolutamente verdade.
A minha princesa foi interrompida do seu « sono de beleza » às....40 semanas e 5 dias,ah pois é!

Mas saudades desse desconforto,confesso que não tenho.
Saudades sim de saber que criei uma vida dentro de mim.
Mágico.

Desejo-lhe um momento de amor pleno
...que recordará até à eternidade.

Tudo de bom para ambos

. margarida .

Queen of Hearts disse...

Mamãs, vocês que já passaram sabem bem o que estou a dizer. A nostalgia antecipada... Beijinhos para todas e obrigada pelas vossas palavras.

Tia Veeny, claro que vais ter notícias fresquinhas, quentes e boas! ihihiihihihi

Purple, para ti continuação de muita força e muita fé em que vai tudo correr bem! Beijinho grande e obrigada

Corina de Oliveira disse...

muitas felicidades :)

Queen of Hearts disse...

Corina, thanks :)

Me disse...

Está quasi quasi quasi!

Um beijinho muito grande e tudo de maravilhoso para vocês!

Queen of Hearts disse...

Obrigada querida ;) bjs gds

Nokas disse...

Tá quase querida :) Tá quase a chegar o dia em que vais encher de beijos essa coisinha linda que habita na tua barriga!! :))

Queen of Hearts disse...

Obrigada Nokinhas :) Beijinho

Maria disse...

Do outro lado do mundo segue um abraço sem distância e um beijo enorme. Vai correr bem, tem que correr bem. Estou doida para conhecer este blogosobrinho.

Bjo enorme querida.

Queen of Hearts disse...

Saudadinhas, Mary :) Beijinho enorme

LEANA disse...

Ai querida, já viste como o tempo voa? Ainda no outro dia estávamos no Bragaparque a conversar sobre filhos...

E sim, conheço (bem) a sensação que referes. Se por um lado não vemos a hora de o ter nos braços, de viver aqueles momentos maravilhosos a 3, por outro, esta é a única fase em que eles são inteiramente/unicamente/exclusivamente nossos! Pode parecer um sentimento egoísta, mas não é, é só o amor elevado à potência máxima!

Beijos mil com -muitas- saudades**