quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Ainda consigo ficar...

... surpreendida/confusa/deliciada quando, estando em casa, ouço vindos da rua os sons de cascos de cavalo em trote, os sininhos das cabritas que pastam por ali, ou ao ir trabalhar passo por manadas de vacas deitadas na erva do lado de lá da via rápida. Sim, eu moro na cidade!

Nota 1: Mas evidentemente não no CENTRO da cidade.

Nota 2: Uma cidade com um belíssimo meio rural ao redor, é verdade... mas ainda assim, bastante "à frente".

4 comentários:

Julie D´aiglemont disse...

Eu vivo na aldeia e não vejo nada disso, carago!

Nokas disse...

A sério? Que giro :)

Miss Star Pink disse...

Estás no paraíso amiga. Aproveita! :)

Beijinho grande

Queen of Hearts disse...

Julie, não deixa de ser um bocado "assustador" que as cabras andem a pastar tão perto, por exemplo, dos nossos carros estacionados ao pé dos prédios... Principalmente quando se sabe que as cabras "roem" tudo ou quase. Estou sempre a ver quando me falta um bocado de chapa no chiante.

Nokas, é engraçado, sim!

Pink, vou sentir falta desta parte quando mudar, mas... ;)